segunda-feira, 17 de julho de 2017

uma máquina de pensar em você
é o que eu sou, o que sempre fui
você sabe que essa espera cruel esta me matando
e a resignação é um desejo sem pele
e cada dia chora algo bem dentro de mim
não há forma lógica de fazer minha vida sem você

e ainda que eu banque a invencível
o fatal, o imprescindível é que você volta pra mim
a dor é sufocante e agora todo o importante
é que você volte pra mim
não me torture assim

uma máquina de viver sem paz
é o que eu sou desde que você não está
você diz que não tem motivo para reagir assim
que já fez a sua escolha "que viva e deixe viver"
mas não quero romper o laço que me ata a você
tenha consideração e não me deixe sofrer

e ainda que eu banque a invencível
o fatal, o imprescindível é que você volte pra mim
a dor é sufocante e agora todo o importante
é que você volte pra mim
não me torture assim

sábado, 16 de janeiro de 2016

Eu assisti você partir
Seu sorriso, meu fantasma
Eu caí de joelhos
Quando se é jovem
Você apenas foge
Mas acaba voltando
Para o que você precisa

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Antes de você ir, 
queria poder te pedir pra ficar
mesmo sabendo que isso não se pede
Queria poder te ver dormir 
respirando de um jeito 
que só quem caiu em sono profundo consegue
Queria poder desaguar em seu rio
e te fazer saber o que eu nunca disse
Queria poder te abraçar forte 
e dizer que eu só fiquei por todo esse tempo 
porque existe algo mais forte 
que me faz querer voltar atras 
todas as vezes que me vejo frente a linha final
E eu sei, esse amor machuca
mas lidar com a profundidade 
visceral dos sentimentos 
ainda é a única coisa que me faz sentir viva
mesmo que isso me custe a vida
Antes de você ir
queria poder te fazer ver o desenho
atravessado em meu peito 
e de como ele brilha no escuro 
quando as luzes estão apagadas 
Antes de você ir, 
queria te pedir todo cuidado
todo cuidado do mundo ao fazer
queria te pedir pra não me esquecer tão rápido 
Porque eu nunca vou te esquecer 
enquanto eu viver

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

O inverno se esvai aos poucos
o chão cor de rosa anuncia
que a primavera se aproxima
sem que eu tenha podido te dizer
que ainda procuro seu rosto na multidão
que descobri que as artérias da baleia azul
são largas o suficiente
para que um ser humano adulto nade dentro delas
ou qualquer bobagem que me fizesse saber de ti
mas é chegado o momento de seguir
Ao fim da missiva cabe a despedida

Haverá dias que é possível ser forte
hoje não é um deles

terça-feira, 11 de agosto de 2015

todo mundo já perdeu alguém. Seja pro tempo, pra falta de tempo, pra morte, pro mundo. E algumas pessoas que eu perdi sempre me fizeram pensar no que a gente deixa quando vai embora. Pra mim, quando vamos, o que fica é impressão que deixamos em quem um dia a gente amou (de todos os jeitos).
Os detalhes, aquela piada antiga, uma história, uma manina, um sorriso. Tem lições que nunca cheguei a ter de quem se foi.
tem lições dessas pessoas que me foram dadas depois que elas não estavam mais aqui.
Um dia desejo ter tempo pra deixar pra alguém uma palavra ou duas do pouco que aprendi, ou então, melhor ainda, desejo ainda em vida ter alguma coisa ou outra pra ensinar.
De qualquer forma, acho que no fim, só queria dizer: sinto sua falta, obrigada por tudo, até um dia.

domingo, 30 de novembro de 2014

porque eu lembro da primeira vez que te vi. e do seu olhar em mim. e era exatamente esse que você ainda hoje me olha.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Você tem um jeito de chegar facilmente em mim, e quando você tira, você tira o melhor de mim. Então eu começo uma briga, porque preciso sentir algo e você faz o que quer, porque eu não sou o que você queria. Que vergonha disso tudo, que final chuvoso dado a um dia perfeito. Então apenas vá embora e não use palavras defensivas que você nunca diria.

Você constrói paredes e as pinta de cinza, e eu fiquei lá te amando, tentando limpá-las. E depois você vem com uma ótima historinha da confusão de uma menina com a coragem para te adorar. Você nunca se importou comigo, mas eu chorei, chorei por você. E eu sei que você não diria pra ninguém se eu morresse por você.

Todo sorriso que você falsifica é tão condescendente. Posso contar todas as cicatrizes que você fez, e agora que eu estou aqui sentada pensando nisso, vejo que nunca estive em nenhum lugar tão frio como você.