terça-feira, 6 de agosto de 2013

Te espero sentada com meu melhor vestido. É uma espera suicida, eu sei, porque não há garantia nenhuma de que você virá. E essa longas esperas tem me feito tão resistente a dor e a decepção ultimamente... Mas ainda assim, te espero sentada com meu melhor vestido. Quem sabe um dia a gente se esbarra, quem sabe um dia você me diz que sim. Quem sabe um dia você aceite esse imenso amor que de tão grande já não cabe em mim.