terça-feira, 5 de novembro de 2013

Eu não sei de onde veio essa vontade louca e linda de querer te conhecer melhor agora. E eu torço pra que você não me ache louca em me sentir bem ao te desvendar aos pouquinhos... Eu fico lendo as nossas conversas antes de dormir. Só para ter certeza que não estou ficando louca, mas isso, admito, tem me enlouquecido. Porque me sinto uma idiota deixando pistas por toda a parte. Dizendo tantas besteiras uma atrás da outras. Mas isso não te faz me enxergar, não é mesmo? Eu queria não acreditar que isso é tudo coisa da minha cabeça.
Repare bem, tem um outdoor em frente a sua janela. Uma frase que deixei escapar na nossa ultima conversa. Sempre houve mais do que um refrão nas músicas que ouvimos e cantamos juntos. Eu realmente não compreendo. Se você tem sido mesmo a pessoa que minha alma mais está em sintonia nesse mundo, já deveria ter percebido o que todos os outros estão cansados de saber. Eu tô na sua. Eu tô completamente na sua. Estou mais na sua do que na minha, se quer saber.
Isso te assusta? Pois é, eu também morro de medo.