quinta-feira, 22 de julho de 2010

Ou talvez, não exista nada fora do lugar. Talvez seja eu.

domingo, 18 de julho de 2010

Estar ali é como rever o passado. Um passado que foi feliz e que faz parte de mim. Eu não sei se volto de lá meio triste ou muito pensativa. Tudo mudou muito. As pessoas, as casas, as ruas. E eu, estranha de mim e do que fui, busco por lá o que o tempo não me mostrou aqui. Busca vã, eu sei.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

O mar serenou quando ela pisou na areia, quem samba na beira do mar é sereia.

-Clara Nunes; O Mar Serenou

domingo, 11 de julho de 2010

Tão vulgar quanto um perfume barato. FALA SÉRIO!