sexta-feira, 20 de maio de 2011

Pensar em coisas que ninguém jamais ousaria. Desenhar minuciosamente cada gesto. Lapidar lugares, pessoas e palavras. Universo pararelo.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Gosto de cores sujas, de bossa-nova, de praia tranquila, de cheirar revistas e livros novos. Gosto de ouvir o som do mar, da meia-luz do cair da tarde, do segundo que antecede a resposta. Gosto de imaginá-lo, mesmo sem tê-lo visto.

quarta-feira, 11 de maio de 2011

I don't remember his voice. I can't remember the last time he told me that he loves me.

terça-feira, 3 de maio de 2011

Calma,
Dê ao tempo tempo, calma
Alma
Põe cada coisa em seu lugar
E o dia virá, algum dia virá
Sem aviso

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Nosso pôr-do-sol, sem comentários. . .



-Créditos: Mayu (futura museóloga)